segunda-feira, 1 de abril de 2013

Saudade da minha infância...




                                                   Foto: arquivo pessoal

Lembro quando:

- Brincava lá fora sem me importar com a hora.

- Sonhava em ser artista... desfilava, cantava e encenava mesmo sem

ter platéia.

- Ficava com medo de levar bronca por ter sujado a roupa nova.

- Fazia trouxinha de comida com alface, e o meu pai ralhava.

- Ganhava um beijinho da minha mãe na hora de ir dormir.

- Minha avó acobertava as minhas travessuras e de mimos 

sempre  mcobria.

- Esperava meu avô voltar do trabalho para ajudar-lhe a lavar os

seus pés cansados e calejados do lavoro pesado e ainda assim nos

sorria e trazia algum doce.

- Minha irmã arquitetava planos mirabolantes e quase todos

falhavam, mas eu estava lá pronta pra seguir, haja o que houvesse

sempre unidas.

✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮✿⊱╮

Quando as  doces lembranças estão todas guardadas no coração é

possível voltar ao passado e sentir o quanto ele foi feliz.

Saudade da menina que fui, mas que jamais me abandonou.

Ela ainda mora aqui... no mesmo endereço.


Lis Fernandes

23 comentários:

✿ chica disse...

Linda foto e lindas lembranças. Claro que a menina está sempre em ti!

E imagino a Vivian arquitetando contigo os planos,rs...

Quem não fez isso? Legal te ler! beijos,ótima semana,chica

isa disse...

Também penso que uma infância feliz é um "porto seguro" para a nossa Caminhada!
As tuas lembranças são tão idênticas às minhas!
Um belo post e uma linda foto.
Beijo.
isa.

Rose disse...

Ô Lis, que coisa mais gostosa acordar e me deparar com essa infância doce, linda... Lembrei da minha que, também é semelhante. Adoro te visitar porque sempre me inspira ler suas façanhas, rsrs. Um beijo e semana linda pra ti!

Ives disse...

A felicidade retorna ao sabor das doces lembranças! Boa semana e muita paz, abraços

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Que gostosa lembranças gostosas, amiguinha. Feliz é quem consegue viajar até lá e voltar. Feliz é quem consegue ser adulta, mas que não deixa a criança de dentro de si se perder. Viajei junto nessas lembranças de uma infância saudável, pura, plena. Gostei da foto também. Parabéns!!! Beijos!!!

Lita disse...

Que lindo, amiga! A minha infância foi parecida... e a menina que fui um dia, também ainda vive dentro de mim.
Beijos e uma optima semana.
Lita

Rô... disse...

oi Lis,

muito gostoso lembrar dessa menina feliz,
e melhor ainda saber que ela fez morada permanente nesse seu lindo coração...

beijinhos

Vivian Fernandes de Goes disse...

Amei,mana!!!

Mas como tu contas em rede que meus planos mirabolantes, falharam todos??!!!rsrs Praticamente uma calúnia!!rsrsrsr

Eras a mais doce,com certeza, deixaste toda a rebeldia comigo...rs
Minha companheirinha!
Beijos! Te amo!

Will disse...

Bem se vê na foto, que muito cedo tiveste asas de leveza capaz de voar alto, lá onde onde só se chega com ventos de sensibilidade.

Ótima semana para você, Lis!

silvioafonso disse...

.


Senão tudo, quase
tudo passa nessa
vida.
A páscoa passou,
o tempo passa, a
uva também, mas a
saudade não tem co-
mo.

Beijos,

silvioafonso








.

Minha vida de campo disse...

Olá,
um bela recordação, a infância deixa bagagem para uma vida toda. Te encontrei no blog do Silvio Afonso. Somos vizinha.
Adorei estar aqui.
Tenha uma ótima semana.

MARILENE disse...

Não perdemos a infância quando a guardamos nas lembranças e no coração.
A foto no balanço, seu sorriso, mostram alegria. Que a conserve para sempre, minha amiga. Bjs.

Vera Lúcia disse...


Olá Lis,

Então a Vivian arquitetava planos mirabolantes? Juro que não dá para acreditar-rsrsrs.

Doces lembranças, querida.
Nunca esqueceremos uma infância feliz e bem vivida.

Beijo.

Mariangela disse...

Oi Liz!
Que lindas lembranças querida amiga,
e que permanecerão para sempre!
Beijos e uma ótima semana!
Mariangela

Misturação - Ana Karla disse...

Ah Lis, que delícia de post.
Voltei a minha infância, relembrei de fatos maravilhosos.
Velhas e boas lembranças.

Vim dar-lhe as boas vindas.

Xeros

Manoel Chagas Neto disse...

Olá querida Lis, doces lembranças que não se apagam da nossa memória, por vezes podemos sentir aquele momento em que quando criança...

Marieta Mello Koerig disse...

Querida Lis,
Primeiro quero agradecer tua visita ao meu blog.
Como é doce recordar a infância.
Nos meus 87 anos quase que diariamente deparo com momentos que lembram a menina que fui.Era filha única e não tinha como partilhar as brincadeiras.Mas sempre dava um jeitinho de me associar à meninada da vizinhança. Então brincávamos de casinha, batizado de bonecas e outras brincadeiras que as meninas de hoje desconhecem.
Bem querida, embora meio tarde, que tenhas passado uma feliz Páscoa é o que te desejo de coração.
Um grande e afetuoso abraço
Bjs.

Mateus Medina disse...

É tão bom quando é assim... bjos

Kellen Bittencourt disse...

Que delicia Lis, nem fala, tbém morro de saudades da minha, seria bom voltar no tempo p reviver pelo menos um dia! Adorei! Bjoooss

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Lis
Também tenho saudade de minha infância que teve tudo que uma criança tem direito. Essas lembranças nunca se apagam de meu coração.
Bjux

Anne Lieri disse...

Lis,que bonita a sua lembrança de menina!Tb fazia trouxinha de alface e arroz...rss...muito gostosa lembrança!bjs e boa semana!

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Adoro Lis viajar nas lembranças de menina, te também lindas estórias guardadas em meu coração que ora e outra explodem de dentro de mim, com textos parecidos com este seu.
Bom relembrar e reviver estes momentos.
Lindos momentos seus, adorei lhe conhecer um tantinho mais e escuta a menina que fui ainda mora no mesmo endereço também, envelhecer sim,mas nunca deixar a menina ficar velha...beijos no coração amiga linda.

Lourdinha Vilela disse...

Muito lindo Lis,

Toda infância na vida de qualquer um deveria ser assim, ou seja, alicerçada na felicidade;
Que você possa conservar sempre esta essência de menina feliz.
Adorei. Um grande abraço.